TACO

FICHA TÉCNICA

Modalidade – Taco
Origem – Brasil
Ano de Criação – século XVIII
Local de Criação – Não defenido
Inventor – Não há referência histórica
a um único “inventor”
Local de Prática – Qualquer superfície
Participantes – 2 Duplas
Equipamentos – Taco, bola e casinha
Esporte Olímpico – Não

O jogo de Tacobol, conhecido também por bete-ombro e bets, é um jogo de rua que tem várias versões para o seu surgimento. Uma delas é que o jogo teria sido derivado do críquete, na Inglaterra, ou teria sido criado por jangadeiros brasileiros no século 18. Nos estados do sul do Brasil, o jogo é conhecido como bete, enquanto que em Belém do Pará, ele é chamado de “castelo”, “casinha” ou “tacobol”.

O jogo de taco pode ser praticado em qualquer tipo de terreno, como: grama, campo ou areia, mas a preferência é na rua sobre o asfalto. O tamanho do campo também é variável e não possui limites definidos. Para jogar taco é preciso a presença de 4 jogadores, portanto duas duplas. Dois jogadores serão os rebatedores, que ficam com os tacos, e os outros dois, os lançadores, que ficam com a bola. A posição do rebatedor é ficar perto de um alvo, com o taco sempre tocando o chão dentro da base (posição chamada de “taco no chão”). Já os lançadores se posicionam fora do espaço entre as bases, mas pela regra eles podem entrar nesse espaço para pegar a bola. Os lançamentos são sempre efetuados de trás da linha da base de seu lado.

O objetivo da dupla de lançadores é derrubar o alvo do lado oposto do campo através do lançamento da bola. Se a meta for alcançada, os papéis são alterados, ou seja, os lançadores tornam-se rebatedores (e podem pontuar) e os rebatedores tornam-se lançadores. Se eles derrubarem o alvo ou “queimarem” os rebatedores (ou seja, acertá-los com a bola antes de estarem de “taco no chão” em suas casas), esta dupla ganha os tacos.
Já a dupla de rebatedores tem como objetivo defender o alvo dos arremessos adversários, e, se possível, rebater a bola o mais longe possível para marcar pontos. Enquanto a dupla adversária corre atrás da bola, a dupla de rebatedores pode ficar alternando de lado no campo, sempre batendo os tacos no meio da quadra e sempre encostando o taco na circunferência da casa, validando o ponto.

A partir do momento em que um rebatedor mantiver o taco encostado na área da base, ela está “protegida”, por isso o lançador que está atrás da base estará impossibilitado de derrubar o alvo. Mas, se o taco for tirado da área da base enquanto a bola não for arremessada, o lançador poderá derrubar o alvo de seu próprio lado do campo usando a bola e ainda ganhar os tacos.

Quando uma das duplas conseguir marcar um determinado número de pontos (geralmente 10 pontos, ou 5 pontos para jogos mais curtos), e cruzar os tacos no meio do campo, o jogo de taco chega ao fim. Ao atingir os pontos necessários será preciso derrubar a casa em que seu parceiro está e cruzar os tacos. No entanto, se você usar como casa garrafas ou algo que pode ser destruído não é obrigatório “estourar” ou “derrubar” o objeto para que não ocorram acidentes.

Existem muitas formas para definir qual dupla irá começar o jogo. Uma delas é bem simples e consiste no “par ou ímpar”. Outra forma é um integrante de cada dupla arremessar um taco para a frente, com o objetivo de aproximá-lo ao máximo de um determinado ponto.

Quem conseguir isso, começa o jogo. Assim sendo, a dupla perde a disputa se o bastão tocar ou ultrapassar o ponto.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *